versículo “Ensina a criança no caminho em que deve andar... Proverbios 22:6 a

versículo “Ensina a criança no caminho em que deve andar... Proverbios 22:6 a

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

O PAPAGAIO QUE QUERIA SER UM JATO

O PAPAGAIO QUE QUERIA SER UM JATO


Natanael Olson



Quero ser um jato! Quero ser um jato! Soluçava Patrício, o papagaio.
– Por quê? – perguntou seu dono, Tião
– Porque o jato voa muito depressa, é muito bonito e faz um barulho maravilhoso. Ninguém presta mais atenção em mim. Por que haveria de olhar para um papagaio velho se podem contemplar um jato prateado muito mais interessante?
- Mais eu ainda gosto de você – respondeu Tião. – Faço-o voar todos os sábados à tarde. Você não pode ficar contente sendo apenas um papagaio?
- Não, não! – respondeu, zangado, o papagaio. Quero que você me transforme num jato. Senão, arrebentarei a corda e fugirei.
O pobre Tião ficou perplexo. Como podia transformar um papagaio em um jato?
- Tenho uma idéia – disse a Patrício, o papagaio. – Farei com que fique parecido com um jato. Alisarei seus cantos e dar-lhe-ei a forma de um jato de prata. Está bem?
- Ótimo – exclamou Patrício, pulando alegremente.
Sebastião pediu tesoura e cola da mamãe e trabalhou horas para fazer com que seu papagaio ficasse parecido com um jato. Chegou mesmo a cobrir Juca com papel prateado brilhante.
- Finalmente sou um jato! – declarou o papagaio. – Muito obrigado, Tião. Você é meu amigo de verdade.
- Mas agora precisamos experimentá-lo – respondeu Tião. – Levá-lo-ei ao alto de um monte e esperarei um vento forte.
Juntos, foram para cima de um monte. Finalmente veio um vento forte e Tião atirou para o ar Patrício, o papagaio. Mas o papagaio tão somente bateu com o nariz no chão.
- Você não voou nem como fazia antes – soluçou Tião, ao pegar o papagaio que parecia aleijado.
- Não tenha pressa! – exclamou Patrício. – Tenho uma ótima idéia. Mude meu nome para Juca o Jato, e leve-me ao aeroporto. Ponha-me ao lado de outro jato. E quando ele decolar, eu também irei. Tudo de que preciso é de uma companhia boa.
Tião fez o que o papagaio queria. Deu-lhe o nome de Juca, o Jato, e colocou-o ao lado de um lindo jato que estava se preparando para voar. Mas, quando o jato decolou, o vento soprou Juca, que girou freneticamente e caiu no chão. Pobre Juca! Um novo nome e uma nova companhia não ajudaram. Era ainda um papagaio sem forças!
Na hora em que Tião e Patrício estavam prontos para ir para casa, um homem distinto, que era encarregado dos jatos, caminhava em direção deles.
- Estava observando vocês dois – disse ele. – Orgulho-me de que tenham tido a coragem de vir procurar voar como um jato. Mas, vejam, é necessário mais do que parecer um jato e ter o seu nome. Se não tiverem um motor de jato, nunca poderão voar como eles.
- Muito obrigado, meu senhor. Nós entendemos. – Disseram tristemente, enquanto se dirigiam para casa.
- Acho que tenho que continuar papagaio – suspirou Patrício.
- É, a não ser que um dia consigamos dinheiro suficiente para comprar um motor de jato – respondeu Tião, com um riso forçado.
E você? Está procurando ser um menino ou uma menina bem crente? Está? Muito bem: Mas que está fazendo para conseguir isso? Apenas tentando parecer crente ou chamando-se de crente, como Patrício, que quis ser um jato?
Talvez você vá a Escola Dominical e à Igreja, de modo que seus pais e amigos pensam que você é um crente de verdade. Mas, no coração, você sabe que ainda gosta de mentir, roubar e desobedecer aos pais. Talvez esteja procurando ser crente com suas próprias forças.
Lembre-se de Patrício, o papagaio. Ele quis ficar com um jato. Chegou mesmo a chamar-se Juca. Tentou voar como os jatos de verdade, mas não consegui. Por quê? Porque não tinha um motor de jato dentro dele.
Você quer ser um crente verdadeiro e não apenas um crente fingido? Então é preciso uma transformação lá dentro do seu coração. Veja o que a Bíblia diz em João 1: 12: “ Mas a todos quanto O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, ao saber aos que crêem em no Seu nome”. É o Senhor Jesus que se deve receber e é no nome dELE que se deve crer. E, quando você receber o Senhor Jesus, crendo nEle, acontecerá uma coisa maravilhosa. Nesse instante Deus lhe dará o poder de ser filho. Ele lhe dará um novo coração!
Deus sabe que temos um coração pecaminoso, e Deus odeia o pecado. Ele não pode nos receber no céu, com o nosso pecado. Foi por isso que o Filho de Deus veio a este mundo e morreu na cruz em nosso lugar. Recebendo o castigo de todo o nosso pecado, Ele pode nos perdoar e nos transformar em filhos de Deus.
Você quer ser transformado lá dentro, no coração? Diga então ao Senhor Jesus, que você está triste por causa dos seus pecados. Diga-Lhe que quer recebê-lo no seu coração agora mesmo, para ser seu Salvador.
Na instante que você fizer isso, crendo em Jesus, Deus fará de você um crente verdadeiro e feliz! Você pode receber Jesus como Salvador agora mesmo?

Nota: No cartaz nº 7, o professor deve escrever em um dos corações das crianças as palavras MENTIR e no outro DESOBEDECER AOS PAIS.













Um comentário: